segunda-feira, 14 de junho de 2010

Cartas para Julieta


           Olívia Hussey (Julieta) 15 anos e Leonard Whiting (Romeu)17 anos

Cartas para Julieta
Uma comédia romântica, belas paisagens da cidade de Verona (Itália) e reflexões sobre o Amor 


A bela Sophie (Amanda Seyfried) trabalha na revista The New Yorker e viaja com o noivo Victor(Gael García Bernal) para Verona, na Itália onde passarão a Lua de Mel. Afinal, Verona serviu de cenário para  a clássica obra "Romeu e Julieta" de Shakespeare.Enquanto Victor envolve-se com a Culinária Italiana a americana visita uma atração turística, onde Cartas de Amor são deixadas. Ao ler uma das Cartas,uma em especial escrita há mais de 50 anos  por Claire Smith (Vanessa Redgrave) .
O filme passa a desenvolver duas histórias paralelas, recheadas de romantismo, previsível, mas sem perder o encanto. Vale a pena sair de casa para assistir Cartas para Julieta ,pela direção, pela fotografia, acerto na trilha sonora e fotografia.


A grandiosa atriz Vanessa Redgrave  com Amanda Seyfried


Still of Vanessa Redgrave and Amanda Seyfried in Letters to Juliet
A atriz Amanda Seyfried que interpreta Sophie, diante das  Cartas de Amor de diversas nacionalidades.


Romeu (Leonardo DiCaprio) e Julieta (Claire Danes) se conhecem em uma festa e  se apaixonam loucamente



Pintura a óleo de 1870 por Ford Madox Brown  retratando a famosa cena do terraço de Romeu e Julieta.

 “O teatro se tornou bem mais do que meu lazer, pois esta arte não admite a mediocridade, nem a falta de paixão.” (Lacroix)




 
Para Pilar Guillon,“o que mais impressiona é quão usáveis são essas peças criadas para fim cênico. Uma calça skinny fica tão bem nas ruas quanto num figurino de Romeu. E ele perceber essa possibilidade, de adaptar a linguagem de hoje para uma história antiga, é o que dá ainda mais valor ao que faz”.  



O francês Christian Lacroix ,uma das maiores expressões do Mundo da Moda, a partir de sobras de tecidos e roupas vasculhadas em brechó, criou artisticamente um figurino de Romeu e Julieta, exuberante  para espetáculos teatrais,operísticos e balé .


nas histórias infantis...aqui Maurício de Sousa nos traz Cebolinha como Romeu e Mônica como Julieta

nos Charutos Cubanos


Nos  Cheesecakes,crepes,tortas e bisnaguinhas, todos Romeu e Julieta , que  são deliciosos ,mas assim como na  trama ,nos trazem drásticas consequências no final !  
 nas jóias como a aliança Romeu e Julieta
 

Cartas Para Julieta - Trailer Oficial Legendado

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Príncipe da Pérsia: As Areias do Tempo




O Príncipe do Jogo Eletrônico criado por Jordan Mechner, embarcou num projeto da Walt Disney Pictures, conduzido pelo produtor  Jerry Bruckheimer,que deixou-se seduzir pelo jogo de videogame.
No geral, tanto as histórias em quadrinhos, quanto as adaptações de videogame para o cinema, me decepcionam um pouco. Fico sempre com a impressão, de que os produtores, roteiristas e diretores, deveriam fazer uma análise melhor no material trabalhado.Além das análises históricas e mitológicas equivocadas , sempre me decepciono com o desfecho final.
Como cinéfila de carteirinha, não desisto nunca e por isso, fui a estréia do Príncipe da Pérsia: As Areias do Tempo.
Já no início, percebi que não sairia da sala de cinema desencantada.O épico por si já me encanta  e ali a agilidade nos movimentos e plasticidade fotográfica me davam mostras que valeria a pena.
Algo de imediato,  ficava claro pra mim, Jake Gyllenhaal,  saradíssimo e lindo nos seus 29 anos, por mais que corresse, saltasse, escalasse paredes e lutasse vezes como um "ninja" não iria me convencer como protagonista e/ou herói.
O doce Jake Gyllenhaal,um dos protagonistas de O Segredo de Brokeback Mountain, passa uma fragilidade e doçura no olhar que `as vezes, o tornava mais frágil que a amada e misteriosa princesa Tamina, vivida por Gemma Arterton. Bem...o Filme  consegue ser ao mesmo tempo, romântico, cheio de ações pirotécnicas e levar ainda, ao público infanto-juvenil lições de moral, esquecida por muitos. Como as que Dastan recebeu Shahrman, rei e  pai adotivo.A importância dos elos familiares, da emoção antecedendo  o raciocínio lógico, a necessidade da ética e humanismo nas mãos de quem conduz o poder e mais ainda, a importância de lutar pelos sonhos, sempre movido de espírito humanitário e aliado das pessoas amadas. 
Mike Newell,68 anos (Harry Potter e o Cálice de Fogo e do Amor em Tempos de Cólera) ao aceitar a direção do filme com orçamento milionário(200milhões) sabia bem o estava pra vir .
O Filme é ambientado numa Pérsia mística. A história procura ser homônima ao game. Dastan( Jake Gyllenhaal) menino pobre adotado por Shahrman, soberano da Persia, por quem sempre nutriu grande amor, torna-se príncipe e é acusado de matar o próprio pai. O Príncipe guerreiro une-se à princesa Tamina(Gemma Arteton,24) para provar sua inocência ,mostrar aos irmãos que o tio Nizam(Ben Kingsley) é um vilão e armou o assassinato do irmão, para se apoderar do reino .O príncipe Dastan e a princesa, Tamira enfrentam perseguições, as agruras do tempo e do deserto, lutando para proteger uma antiga adaga capaz de libertar as areias do tempo. A adaga é um presente dos deuses, que precisa ser protegida, para impedir que cruel Nizam tenha o controle do mundo.
O Filme apesar das configurações ou metáforas equivocadas ,como ao iniciar com Dastam invadindo a Cidade Sagrada numa alusão a Guerra do Iraque, tem movimentação rápida, pra não distanciar-se dos games.A garotada adora quando o príncipe luta heroicamente saltando os telhados e as paredes como num bailado orquestrado .
Jordan Merchner,45 , criou o jogo eletrônico 1987,para  os usuários dos computadores Apple 2 divertirem-se.Segundo ele"gravava imagens do meu irmão de roupa branca e espada na mão e reproduzia os movimentos no jogo." Em consequência, a novidade contribui para o avanço da animação e o Príncipe tornou-se sucesso.Em 2003, ao lançar o primeiro jogo da série de 4 capítulos"Areias do Tempo"(no qual o filme foi baseado) já era sucesso absoluto. Mechner escreveu o roteiro para a daptação e ao apresentar ao produtor Bruckheimer, firmava ali uma parceria que não só daria certo, mas garantiria o retorno do investimento milionário.


quarta-feira, 9 de junho de 2010

CURSO de MODA- Tendência, Estilo e Criatividade

Atendendo a pedidos, estamos abrindo uma NOVA TURMA do CURSO de MODA
O Curso acontecerá de 16 a 18 de junho, das 15h às 18 h na Saraiva do Iguatemi.




ATENÇÃO !
Durante o Curso haverá sorteio de livros, brindes e será conferido Certificado,
além de delicioso Coquetel 
.
Mais Informações : e-mail: liladourado@gmail.com
                                         Telefones: 91211983 e 87568946


domingo, 6 de junho de 2010

Tulipa "Às Vezes" é Moda Contemporânea ,que veste com conforto nossos ouvidos !

 

Domingo é dia de aproveitar as delícias que a vida nos dá!
As belas esculpidas pela Mídia ,que me perdoem ,mas..." ÀS VEZES "é bem melhor fugir a regra, e vestir-se com o que nos traz conforto!
Tulipa é nome de Flor que "as vezes"usamos pra decorar ambientes. Hoje "AQUI"e agora, resolvi presentear meus seguidores e os que acessam meu blog com Tulipa!
Observem bem, como essa Flor Musical valoriza a tropicalidade Contemporânea. Se a tendência é Vintage, Tulipa sabe bem valorizar a tendência ,sem medo de apostar no futuro. Se gostavamos do puro algodão e da seda que revestem as vozes de Gal Costa e Regina Spektor, esse é um bom momento de apostar numa nova Veste, que nos faz lembrar os dois estilos, com autenticidade criativa e sem copiá-los.
Tulipa Ruiz...Raiz paulistana que espraia-se nos solos possíveis da Boa Moda Musical Contemporânea é uma dica de Boa Veste do Que Roupa Vestirei!
 











sexta-feira, 4 de junho de 2010

Sex and the City 2

Vestindo -se com muito Luxo ...desnudando-se dos medos e inquietações !

 Desde o lançamento da série em 1998,Sex and the City, tornou-se o maior fenômeno da história da TV, durante os seis anos em que esteve no ar .
A intensa relação de Carrie Bradshaw com as amigas Miranda, Samantha e Charlotte em Nova York é garantia de sucesso, não somente entre fashionista, mas pelo público em geral. A fórmula é simples: cenários maravilhosos, reflexões sobre questões que envolvem a vida de todas nós  mulheres, como : sexualidade, crises de relacionamentos,filhos,amor, vida doméstica, autonomia, tesão,desemprego...tudo orquestrada pela maestria do alto-astral, o que nos rende boas gargalhadas. Como também, a relação das quatro amigas,cuja  amizade é inabalável . Afinal, uma história de amizade intensa e verdadeira é instigante.Quem não gostaria de ter uma amiga, com a qual pudesse contar em todos os momentos e dela receber carinho e bronca quando necessário? com a Carrie e as três amigas é assim.Se não bastasse o dito, a fotografia e o figurino , são complementos  deslumbrantes. Os looks...sapatos e vestidos glamourosos  que servem de estímulo e levam muitas mulheres a sonhar com o luxo e esquecer  por alguns momentos, a crise econômica.
O Quarteto de Manhattan tem ditado moda desde o lançamento.A atriz Sarah Jessica Parker de 45 anos, virou referência de estilo e tudo o que ela usava durante o seriado, virava febre, voando das prateleiras de Nova York para o mundo.A atriz tornou-se ícone fashion e apesar de negar o título, afirmando que ícone fashion é a Carrie Bradshaw e que ela é apenas atriz e mãe, fica difícil dissociar as duas e saber quem tomou o lugar de quem.Sarah é tão talentosa, determinada e fashion quanto Carrie.Mas...muitas das peças do figurino da Carrie, presenteadas a Sarah,ficam guardadas no armário,"jamais usaria"  afirma a atriz.
Quanto ao filme Sex and the City 2, confesso que dei boas risadas, achei o cenário maravilhoso, impossível  não se deixar envolver  pela fotografia e pelo  figurino deslumbrante.Excetuando-se alguns da Samantha( Kim Cattrall) e o da Liza Minnelli ,que dispensa qualquer comentário.Apesar do figurino trash de Liza Minnelli, quando a mesma aparece cantando o hit Single Ladies, de Beyoncé no casamento gay ,consegue dá uma boa mexida no na platéia , criando  um clima irreverente e nostálgico ao mesmo tempo.
Na comédia romântica, a ousada Carrie Bradshaw , sente que afastou-se um pouco da moda pra dedicar-se a decoração do lar e reflete sobre a difícil tarefa de driblar a monotonia do casamento,faz uma releitura do casamento, após encontrar Mr. Big (marido), acomodar-se diante da TV.
A romântica,a tradicional e feminina Charlote(Kristin Davis, 45) deixou o trabalho na Galeria de Arte, para dedicar-se ao marido e filhas.Em alguns momentos nos leva a rir do trágico, ou melhor, da difícil tarefa que todas as mães enfrentam,ao lidar com o choro contínuo dos filhos.
A advovada Miranda(Cynthia Nixon),workaholic
, aparece insatisfeita com a empresa de advocacia na qual trabalha, discute com as amigas as dificuldades que enfrenta por expressar suas opiniões e por fim, a caricata Samantha ( Kim Cattrall) que sem dúvida alguma, atrai pra si, o título de protagonista neste filme. Samantha,  provoca grandes risadas ,com suas preocupações com a idade e a insaciável sede sexual.
Como nos contos infantis, a fada madrinha Samantha, como um sheik árabe,
presenteia as amigas com uma viagem para Abu Dhabi,na Península Arábica, com tudo pago.A viagem para o Oriente Médio , salvou as amigas do malfadado cotidiano em que se encontravam, e as levou a um mundo de sonhos. No avião, na chegada ao luxuoso hotel , no passeio pelas areias do deserto tudo é impactante e surpreendente.O  atendimento, a beleza plástica de homens encantadores... Mas, os "três Ms"(menopausa,matrimônio e maternidade) continuará entremeando os diálogos das quatro amigas.
O Filme se passa nos Emirados Árabes Unidos, mas foi filmado em Marrocos e é neste cenário maravilhoso, que Sarah, Kim,Cynthia e Kristin desfilam através de seus personagens,com figurinos e acessórios,encantadores de Elie Saab, Christian Dior,Preen, Christian Louboutin, Rachel Roy, Manolo Blahnik, Monique Lhuillier, NY Vintage, Solange Azagury, em todas as cenas. Não importa o local. na feira,no deserto , boate, piscina...não importa ,Sex and the City, está tão bem casado com a moda, que fica difícil  imaginá-lo sem ela. Talvez por isso, tenha provocado esse frenesi entre as mulheres, assim como, o filme Guerra nas Estrêlas  marcou a vida de muitos cinéfilos e dos homens.
Se o Glamour, dá cores as cenas, a figurinista Patricia Field que escolhe as peças desde 1998, aponta os tons, assim como fez em Diabo Veste Prada.
Bom... o Filme Sex and the City ,está distante dos Filmes "politicamente corretos" e dos que comungam com a "contextualização histórica" isso é fato. No Mundo onde as Mulheres" desfilam "com burgas, a Samantha jamais sairia impune, após uma cena como a que protagonizou no Mercado. Mas...a
Samantha aficionada em sexo, é ao mesmo tempo, profissional bem sucedida, amiga e solidária com a alegria de viver.A cena em que a Miranda e  Charlotte, maravilhosamente  bem vestidas,conversam no bar do hotel  e fazem reflexões, sobre o que vivenciaram até ali, é bem real e cheio de emoção, as pitadas de humor nas falas da Charlotte,faz-se necessário, assim como nas nossas vidas.
As locações encantadoras, como as realizadas no deserto  e os takes aéreos sobre Nova York,  enchem nossos olhos e nos revela um pouco do mistério de outras culturas.
Acrescento, que assisti Sex and the City 2, duas vezes e que em nenhum momento,esperei dele, uma mostra de cinema de arte ou um filme com roteiro de reflexões políticas. Esperava sim, um filme com emoção e menos superficial que o primeiro, onde as mulheres independente da profissão e dos cargos que ocupam,pudessem mostrar a fragilidade e a força que possuem.Palmas para Michael  Patrick King, pelas amarrações maravilhosas entre as personagens esféricas e o universo feminino , por nos presentear com essse grande desfile de moda em Abu Dhabi. Fica difícil conceber figurinos como o de Carrie Bradshaw (Sarah Jessica Parker), Charllotte York (Kristin Davis), Miranda Hobbes (Cynthia Nixon) e Samantha Jones (Kim Cattrall) no meio do deserto? e as burgas? A figurinista Patricia Field que faz as peças que escolhe desde 1998, quando a série estreiou, escolheu vestidos fluidos, de tecidos leves e confortáveis pra o passeio ao deserto. Como as quatro amigas, são profissionais de áreas distintas e com personalidades bem diferentes , é fácil observar o que inspira o guarda-roupa de cada uma delas.
A ousada escritora Carrie Bradshaw, adora misturar estilos, segue as tendências , sem escravismo. Apaixonada por sapatos, mas neste segundo filme ela mostra que andou direcionando o olhar pra outros interesses, como a decoração do novo apto e para os acessórios que são muitos e diversificados.
A liberal Samantha, trabalha como relações públicas e abusa dos decotes provocantes, das saias tulipas bem justas, dos vestidos de seda e  paetê ,dos maxi brincos e de cintos bem largos, como marca do seu estilo.
A linda  e romântica Charlotte faz o tipo mais tradicional e feminina. Aposta em looks  monocromáticos, clássicos e acessórios nos mesmos tons.
A advogada Miranda é sofisticada, adora os tons terrosos e mesmo quando usa os tailleurs e os conjuntos executivos, ela dá um toque de feminilidade ao look. Não abusa dos acessórios, a ousadia fica por conta dos decotes profundos,mas sempre em festas e com muita classe .
Bem...como falei no início, a série Sex and the City tornou-se sinônimo de moda em todo o mundo.  Cada personagem ,virou símbolo de estilo a ser seguido. São muitas as mulheres que se inspiram no guarda-roupa das quatro amigas e como vivemos num mundo globalizado...tudo vira mania!
Mas, fico me perguntando...por que grande parte  dos jovens (estudantes de estilismo, jornalismo de moda, fotografia e publicidade) que adoram o mundo fashion, ficam atentos somente ao figurino do filme ,e as provocações sexuais, da Samantha? Por que deixam-se  envolver ,pelo glamour da moda e esquecem valores e identidades?
Sugiro que passem a observar e a "copiar"outros valores além das marcas dos calçados e roupas da Carrie, Samantha, Charlotte e  Miranda .Observem o quanto elas respeitam as "diferenças" verdadeiramente.Cada uma possui uma identidade, um jeito de ser e de se vestir, nenhuma copia o estilo da outra, como forma mantenedora do elo de amizade.
Tomara...que amizades verdadeiras aflorem, sejam regadas e que o jeito de  cada indivíduo, seja respeitado por ele mesmo,antes que se globalize o SER!