sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Kenzaburo Oe em 14 Contos Com Vestes Históricas e Transparentes


Para quem não conhece o escritor japonês,Kenzaburo Oe Prêmio Nobel de Literatura,recomendo 14 contos de Kenzaburo Oe ,esta é a melhor forma de apresentação .
O livro além de reunir textos costurados pela historicidade de  uma época,escritos entre 1957 a 1990, nos mostra a  visão realista do autor sobre as questões sociais e políticas do Japão e do mundo,redesenhadas através da ficção.
Ler Kenzaburo Oe é entender a palavra, como instrumento libertador da dignidade humana. É compreender as amarrações  ideológicas, de embate político entre socialistas e ultranacionalistas.Talvez por isso, o livro é "navalha na carne" para alguns da " esquerda" e de "direita". No conto Seventeen,Kenzaburo Oe  usa a ficção para nos fazer refletir sobre os perigosos efeitos do fanatismo e a origem do totalitarismo.Nele, o presidente do Partido Socialista japonês é assassinado nos anos 1960, por um adolescente confuso ,malformado,simpatizante da esquerda e que torna-se de extrema direita. Na época, o conto tornou-se alvo de criticas por ambos os extremos do espectro político.
Aghwii, o monstro celeste, é um murro no estômago, e o inaceitável ganha formas, através da morte de um filho deficiente, pelo próprio pai .Já em Viver em paz e A dor de uma história,o humanismo é visto através dos cuidados com o filho mais velho, portador de uma deficiência mental.
Neste livro, podemos perceber o quanto a dignidade humana é inegociável para Kenzaburo Oe . Através dos personagens que habitam um universo tipicamente japonês, podemos ultrapassar o limiar da geo-política e percorrer outros caminhos.



Kenzaburo Oe nasceu em 1935 na ilha de Shikoku. Ele viveu a Segunda Guerra Mundial ,experimentou a educação militarista e o absolutismo monárquico do Japão. Abraçando em seguida,a democracia do pós-Segunda Guerra Mundial. Oe deixou sua aldeia e partiu para Tóquio com a idade de 18 anos. Matriculou-se no Departamento de Literatura Francesa na Universidade de Tóquio. Ele foi fortemente influenciado pelos valores humanistas de seu professor, Kazuo Watanabe.Kenzaburo Oe começou a escrever em 1957, enquanto ainda era estudante. Em 1960 casou-se com Juzo Itami . Mas,tornou-se diferente com o nascimento de seu primeiro filho, Hikari.Seu filho tinha uma deformidade cerebral e foi através da experiência vivida com ele, que Oe escreveu Viver em Paz e A Dor de Uma História, em 1964.Ele foi agraciado com o Prêmio Nobel de literatura em 1994.

Um comentário:

  1. Este blog é uma representação exata de competências. Eu gosto da sua recomendação. Um grande conceito que reflete os pensamentos do escritor. Consultoria RH

    ResponderExcluir